Estrutura

Para atender a todas as exigências da produção verticalizada, a Friato mantém uma grande estrutura que abastece todas as etapas produtivas, investe em equipamentos de ponta e na capacitação contínua de todos os colaboradores e parceiros no campo e nas indústrias do Grupo.

Fábrica de Ração Premix

Unidades exclusivas para a produção dos componentes da ração servida às aves de corte e matrizes. Incluem acompanhamento de nutricionistas, análise periódica dos microingredientes, rigorosos critérios de qualidade e rígidos protocolos de limpeza e esterilização.

Fábrica de Ração Premix

Fábrica de Ração (Matrizes)

Aprovada pelo controle de Boas Práticas de Fabricação (BPF) exigido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), a fábrica produz atualmente 160 toneladas de ração por dia, exclusivamente de origem vegetal, com 100% da matéria-prima avaliada pelo controle de qualidade para assegurar a biosseguridade das aves.

Granjas de Matrizes (Recria)

Propriedade de 400 hectares com 9 núcleos e capacidade para 1 milhão de matrizes. As granjas utilizam sistema de criação Dark House e todas as aves passam por um processo de seleção, vacinação e, a cada 5 semanas, um laboratório credenciado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento realiza o monitoramento sorológico das aves.

Granja de Produção de Ovos

Com 18 núcleos alojados, as granjas próprias com áreas de reflorestamento possuem salas de ovos climatizados contendo 560 mil matrizes alojadas e produção de 96 milhões de ovos/ano. Os ovos são classificados, selecionados e transportados diariamente ao incubatório através de transporte climatizado.

Granja de Produção de Ovos
Incubatório

Incubatório

Atualmente são incubados 96 milhões de ovos ao ano dentro de uma moderna central de incubação que opera por meio de equipamentos eletrônicos de última geração com rígido controle de biossegurança e acesso restrito. Todos os 81 milhões de pintinhos nascidos durante o ano passam por processo de seleção, depois são vacinados e transportados em veículos adequados por funcionários treinados para realizarem o alojamento correto.

Fábrica de Ração (Frango de Corte)

Toda a produção de 1.100 toneladas/dia desta unidade é direcionada para o abastecimento dos aviários integrados. A ração é composta apenas por matéria-prima de padrão superior produzida em outras unidades do Grupo Tomazini e passa por um rigoroso processo de análise feito por um laboratório próprio instalado dentro da fábrica, o que garante o melhor desempenho das aves no campo e um alimento de excelente qualidade para o consumidor final.

Aviários

Operando sob regime de integração capaz de alojar 14 milhões de aves em ciclos de 60 dias, a Friato reúne, aproximadamente, 450 aviários, sendo 20 deles de propriedade da marca. Nesse modelo, as obrigações da empresa são: entregar aos parceiros integrados os pintinhos de 1 dia, fornecer a ração necessária e prestar o suporte técnico de campo para a criação. Já a manutenção dos aviários e a contratação da mão de obra são responsabilidades de cada criador. Todas as granjas estão instaladas em um raio médio de 20km do complexo industrial para facilitar o controle da higienização e do manejo que é feito regularmente pelos técnicos da Friato.

Aviários
Frigorífico

Frigorífico

Capacidade de abate diário de 320 mil aves e de 1,2 mil toneladas por dia de produtos acabados. A unidade recebe apenas os animais criados nas granjas próprias ou integradas. No frigorífico são realizados os processos tecnológicos para depenagem, evisceração, resfriamento, cortes, embalagem, congelamento e estocagem de até 3,5 mil toneladas. Todas as etapas são controladas por colaboradores treinados e capacitados para manusear produtos perecíveis. Cada um dos processos obedece rigorosamente a todas as normas federais, aos programas de segurança alimentar e aos programas de Autocontrole exigidos pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Industrializados

O processo de industrialização Friato é realizado por meio de equipamentos automatizados de última geração e rigoroso controle de seleção e classificação da matéria-prima. Todas as etapas obedecem às normas de segurança alimentar e as exigências da APPCC (Análise de Perigos de Pontos Críticos de Controle). O resultado é um produto final com excelente qualidade e mais sabor para o consumidor.

Industrializados